A morte, com toda a carga que a sua simples menção acarreta, é um dos marcos que os profissionais de saúde mais têm que lidar no seu quotidiano. Além de toda a carga pessoal e familiar, emocional e psicológica, religiosa e médica, a morte continua a despertar os sentimentos mais profundos e reflexões mais existenciais do ser humano.
Como é que lidamos com a morte? Como indivíduos, como profissionais, como país? É a estas perguntas que o autor tenta responder e abordar neste pequeno livro, com um tema tão vasto como só pode ser o processo de morrer, mais abordado do que até o próprio evento da morte. A transferência deste processo para o meio hospitalar, os cuidados paliativos, o testamento vital, a eutanásia, e os sentimentos de perda, a dor e o sofrimento são alguns dos muitos temas mais especificamente retratados e enquadrados neste contexto.
Walter Osswald, é uma das figuras mais proeminentes da medicina portuguesa. Professor catedrático, presentemente aposentado, da Faculdade de Medicina do Porto, e doutor honoris causa pela Universidade de Coimbra, este autor conta com quase 500 artigos e 3 livros publicados. A sua principal área de estudo continuou sempre a ser a bioética: foi diretor do Instituto de Bioética da Universidade Católica Portuguesa e membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida. Conta ainda com a atribuição de três Prémios Pfizer e da Grã Cruz da Ordem de Sant’Iago e Espada.

Sobre a Morte e o Morrer

  • Autor: Walter Osswald
  • Ano: 2013
  • Editor: Fundação Francisco Manuel dos Santos

Esta obra pertence à Coleção Humanista do Quórum – Fórum Político e encontra-se exposta para consulta na Biblioteca da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.