O que nunca foi

Manuel Cunha “O que nunca foi, Senão no íntimo meu, Cresce não sendo, Resplandece, esmorecendo.“ O que nunca foi Nunca se viu. Chegou, pediu, Fez-se. … Mas desfeito sumiu. O que nunca foi Quis sabor em sobeja, Trincar a doce cereja. Quis a ousadia....

Cinema à Moda de Jackie Chan

Nuno Dias “Por isso da próxima vez que vires uma cena de ação, talvez acabes por apreciar mais quando ela não é feita às três pancadas.” Vivemos numa época em que os efeitos especiais reinam e tudo passa a ser possível transpor realisticamente no ecrã,...

Nos capítulos que escreves

Beatriz Lourenço “E lembra-te que no caos, Por entre vocábulos e rasuras, És tu o poeta pioneiro A narrar por mãos imaturas O teu futuro derradeiro.” Nos capítulos que escreves Não receies em deixar Perder-se pelos tempos Quem não se quer encontrar. Mas...

Viver depois de morrer.

Ana Moitinho “Quero viver no mundo, De todos e no teu.“ Deita-me ao lixo. Destroça-me, enforca-me. Enquanto puderes, fá-lo: Mata-me. Só não mates a minha alma. Chacina o meu corpo, Mas deixa a minha esperança viver. Distribui um pouco por todos, E deixa...

Baloiçar

Sofia Lopes “Parei de andar Não há mais Vento a soprar Não há chão Nem luz do luar Parei de baloiçar.“ Baloiço num presente desprovido de vida Densidade imaginada no vácuo sem saída Guincham as correntes Imploram por óleo Só uma gota! Algo E Nada. Pago a...

Saudade

José Miguel Loureiro “Vulnerável bola de cristal Guardada no íntimo de um ser, Que acredita cegamente no teu regresso (…)“ Sentimento que aproxima Ou repreende sem razão… Mas será vergonha ou cobardia? Querer mais e não querer nada Com medo do...